Praia do Bonete, Ilhabela: como ir e o que fazer nesse paraíso

Tudo o que você precisa saber antes de ir para a Praia do Bonete, em Ilhabela: como ir, o que fazer por lá, onde ficar e opções de voluntariado.

11min

praia do bonete

Eleita pelo The Guardian como uma das 10 praias mais bonitas do Brasil, a Praia do Bonete, em Ilhabela, é um lugar único. Ela fica no sul da ilha, de frente para o mar aberto, e estar lá é como viajar para outros tempos mais simples. Não por acaso, para muita gente essa é uma das melhores praias de São Paulo.

Considerada isolada, a praia do Bonete é acessível apenas por uma trilha de 12km ou pelo mar. Por isso, a praia de areias claras e mar agitado mantém preservadas suas características selvagens, atraindo os amantes de ecoturismo, surfistas e quem procura um local para se desconectar da civilização.

Os habitantes do local, a comunidade tradicional caiçara, vivem da pesca e do turismo. Não há carros por lá e a luz elétrica vem do gerador da comunidade (ligado apenas das 17h às 23h) e de placas solares. Não há sinal de celular e a internet é por satélite, portanto bem fraca.

Vale muito a pena ir conhecer esse paraíso no litoral de São Paulo, mas prepare-se para os borrachudos. Confesso que achei que era exagero as reclamações que ouvi sobre a quantidade de mosquitos antes de ir, mas não é. 

Então, a dica mais importante aqui é não se esquecer de passar repelente. Mas não qualquer um; o único que funciona por lá é o Citroilha, repelente desenvolvido e vendido em Ilhabela. Uma meia de cano alto também é uma boa pedida, para proteção dobrada no local em que eles mais atacam: as canelas.

Leia também: TOP 11 melhores praias de Ilhabela, SP

Como chegar na Praia do Bonete

A Praia do Bonete está localizada em Ilhabela, um dos únicos municípios-arquipélago marinho do Brasil, no estado de São Paulo. Ou seja, ela é composta por várias ilhas. E só é possível chegar lá pegando a balsa em São Sebastião.

A balsa é gratuita para pedestres e bicicletas. Para carros comuns, custa hoje R$ 19 em dias úteis e R$ 28,50 aos sábados, domingos e feriados. É possível agendar o horário da travessia de carro com antecedência, com custo de R$ 65,30 em dias úteis e R$ 98 aos sábados, domingos e feriados. Confirme os valores antes de ir, porque eles podem mudar.

Em alta temporada, a travessia pode ser um pouco demorada, devido ao alto fluxo de carros. Então, se for o caso, se planeje com antecedência e com tempo de sobra.

O aeroporto mais próximo é o de São Paulo, a 200 km de São Sebastião. Do Terminal Rodoviário Tietê, na capital, saem ônibus diários para São Sebastião e Ilhabela. A empresa que faz o trajeto é a Pássaro Marron.

E para chegar na Praia do Bonete em si? Aqui já começa a magia do local: existem duas opções, e em ambas o caminho é lindo. Você pode optar pela trilha de 12 km em meio à Mata Atlântica ou 1h de barco em mar aberto. Uma dica é ir de barco e voltar de trilha, ou vice-versa, para conhecer ambos.

Leia também:



Como ir à Praia do Bonete de trilha

A trilha para o Bonete começa em Sepituba, no extremo sul da ilha, onde termina a estrada de asfalto. No início da trilha tem um estacionamento, caso vá de carro, mas é possível também chegar com um ônibus municipal que para perto da entrada. A passagem de ônibus da empresa Fenix custa hoje R$ 5.

Aqui vai uma informação importante: em Ilhabela não há carros de aplicativo disponíveis, então não conte com essa facilidade. Uma opção muito utilizada por lá são as bicicletas e patinetes elétricos.

A trilha é de nível intermediário a difícil, podendo durar de 3h a 6h. Ao longo do percurso há trechos íngremes, então se prepare para sofrer um pouquinho se não estiver super acostumado. 

Antes de optar pela trilha, verifique a previsão do tempo. Em caso de chuva não é recomendado fazê-la, pois o caminnho fica escorregadio, o que aumenta a chance de acidentes. E caso você não tenha experiência e familiaridade com trilhas, é recomendado procurar um guia local para te acompanhar, para mais segurança e tranquilidade.

Ao longo da trilha para a praia do Bonete, você encontra três lindas cachoeiras: cachoeira da Laje, cachoeira do Areado e Saquinho. Tem também um mirante, já chegando ao destino, com uma visão privilegiada da comunidade caiçara. Perto do início da trilha, desviando um pouco do caminho principal, você encontra também a trilha para o Buraco do Cação.



Como ir à Praia do Bonete de barco

Para chegar de barco à Praia do Bonete você pode sair direto de São Sebastião. Os barcos partem de um local chamado Tebar. Também é possível chegar a partir de Ilhabela, em dois pontos: Perequê ou Borrifos. A depender do local onde você vai embarcar, os valores podem variar entre R$ 100 e R$ 200 por pessoa.

Recomendo entrar em contato com um barqueiro com antecedência para combinar o horário e valores e também para saber como vai estar o mar, pois pode acontecer de o mar estar de ressaca e os barcos não conseguirem fazer o percurso, por conta das ondas muito grandes. Você consegue contato dos barqueiros entrando em contato com a hospedagem que escolher.

A travessia até a Praia do Bonete é muito bonita. É cerca de uma hora em alto mar, vendo apenas uma vastidão azul e os exuberantes montes verdes da ilha. E acredita que você pode ter até a sorte de ver baleias no caminho? Fala se não seria mágico!

Uma curiosidade: antigamente, a travessia era feita apenas de canoas, que fazem parte da cultura local. As canoas “boneteiras” são produzidas a partir de um único tronco de árvore, o que é impressionante, visto o tamanho delas.

Alimentação na Praia do Bonete

A alimentação é algo importante para pensar se você pretende passar alguns dias na Praia do Bonete. A comunidade não conta com mercados, apenas uma pequena mercearia com produtos bem limitados. 

Você não irá encontrar produtos frescos como verduras e carnes, pois dependem de refrigeração, e isso é um pouco complicado lá pela falta de energia elétrica. 

O local também conta com padaria, lanchonetes, pizzaria e alguns restaurantes de comida caseira, sendo o mais tradicional o Restaurante da Dona Izabel. No entanto, caso vá na baixa temporada, você pode encontrar alguns dos comércios fechados, então venha preparado com pelo menos alguns itens para emergências.

Dica: coma pizza de taioba! A taioba, uma planta com sabor parecido com o da couve, é bem marcante na culinária local. Não deixe de experimentar.

Quando ir para Ilhabela

Ilhabela fica numa região marcada por chuvas e temperaturas amenas durante o ano todo. Nos meses de verão, as chuvas apresentam aumento significativo, e o inverno é a estação menos chuvosa.

A alta temporada ocorre nos meses de dezembro até fevereiro, quando as temperaturas sobem. Com a chegada do inverno ocorre uma queda no número de turistas na região, mas pela proximidade de São Paulo, o fluxo pode aumentar nos feriados.

Estive na Praia do Bonete nos meses de março, abril e maio. Caso você goste de sossego, recomendo esse período, pois o local estava vazio e tranquilo. O clima estava agradável e as chuvas não tão frequentes.  

O que fazer na Praia do Bonete

Apesar de ser um lugar pequeno, não falta o que fazer na Praia do Bonete. Esse pedaço de paraíso em meio à Mata Atlântica reserva opções para todos os gostos: praia, cachoeiras, rio, trilhas e sossego.

E agora vou te contar o que fazer na Praia do Bonete para aproveitar ao máximo sua estadia por lá:

1. Curtir o dia na praia

Ao longo dos 600 metros de extensão da Praia do Bonete estão presentes as árvores Chapéu-de-Sol, formando sombras muito acolhedoras. Sentar-se sob a sombra de uma delas e ver o dia passar admirando o mar é um deleite. A praia conta também com diversos quiosques.

No canto esquerdo da praia desemboca o Rio Nema, que atravessa a comunidade e se encontra com o mar, proporcionando água doce e salgada juntas.



2. Poço Fundo

Essa dica é para quem é fã de água doce: o Poço Fundo é uma das quedas que o rio Nema tem até desaguar no mar e sua água geladinha é energizante. O caminho para chegar até lá é sinalizado, de fácil acesso e muito bonito.



3 - Cachoeiras: Laje, Areado e Saquinho

Como comentei antes, ao longo da trilha que leva até o Bonete você encontra três cachoeiras. Começando pela Cachoeira da Laje, que fica após 2 km de trilha, sendo essa a mais frequentada. 

Seguindo por mais 4 km, você chega na Cachoeira do Areado. E já próximo à comunidade, a 1,5 km da praia do Bonete, fica a Cachoeira do Saquinho, a última parada com água antes de chegar ao destino.

4. Mirante da Barra

No lado esquerdo da Praia do Bonete fica a trilha que dá acesso à praia vizinha, Enchovas. E no caminho tem um mirante que vale muito a pena conhecer. Dica: vá assistir ao pôr do sol de lá de cima. A trilha é um pouco íngreme, mas de fácil acesso, e se inicia junto com a do Poço Fundo.



5. Praia das Enchovas, Poço das Esmeraldas e Sapopemba

A partir do Bonete, por uma trilha de 3,3 km que costuma ser feita em aproximadamente uma hora, é possível chegar na Praia das Enchovas. A praia tem apenas uma família morando e cuidando do local, não tendo opções de estadia ou quiosques.

Essa é uma praia bem diferente, pois no lugar de areia tem muitas pedras. Em Enchovas fica a trilha para o Poço das Esmeraldas, cujo nome já diz tudo: é um poço com águas verdinhas, muito bonito.

Seguindo a trilha, você encontra a Sapopemba, uma árvore centenária e gigante. Para chegar nesses atrativos, você precisa passar pela casa da família que mora ali, para pagar a entrada e receber as orientações.



6 . Praia de Indaiaúba

A partir da Praia das Enchovas você encontra a trilha que dá acesso à Praia de Indaiaúba, escondida no extremo sul de Ilhabela. Com mar azul e calmo, ela é ideal para prática de mergulho de cilindro ou snorkel.

É possível contratar um passeio de barco para conhecer as praias de Enchovas e Indaiaúba no mesmo dia, saindo do Bonete.

7. Buraco do Cação

Localizado na trilha que dá acesso ao Bonete, o Buraco do Cação é uma belíssima costeira com inúmeras fendas nas pedras. Ideal para a prática do Rapel de Costeira, por conta dos seus 20 metros de queda livre.

8. Luau na praia

À noite, a principal opção de o que fazer na Praia do Bonete é a fogueira. Nos finais de semana costuma rolar uma fogueira no meio da praia, onde o pessoal curte música ao vivo e o privilégio de um céu estrelado.

Quando é noite de lua cheia, o visual fica mais mágico ainda: a luz da lua reflete tão forte na praia que parece que é dia, de tão claro que fica. Experiência única!

Onde ficar na Praia do Bonete

Existem diversas opções de estadia na Praia do Bonete para todos os gostos e bolsos. A praia conta com campings, como o camping Outro Canto, de frente para o mar; com os hostels da Vila Bonete e Sambaqui; pousadas como a Canto Bravo e a Pousada do Rosa; e também casas para alugar por temporada.

Mas se você quer economizar com hospedagem, estender seu tempo nesse paraíso e ainda ter uma experiência de imersão na cultura local, recomendo que considere fazer um voluntariado na Praia do Bonete.

Existem várias vagas de voluntariado em Ilhabela pela plataforma Worldpackers, em que você troca algumas horas diárias de trabalho por hospedagem e outros benefícios. Olha só algumas opções:

Eu optei por fazer um voluntariado na Praia do Bonete e amei. A seguir, vou compartilhar meu relato sobre essa experiência, caso você esteja precisando de um empurrãozinho!

Minha experiência como voluntária no Bonete



A vaga que de voluntariado na Praia do Bonete que escolhi foi para ajudar no café da manhã no Hostel da Vila Bonete. O horário de trabalho era das 7h às 12h, com uma folga na semana, e minhas funções eram preparar o café, arrumar as bandejas para servir os hóspedes e lavar as louças.

O trabalho era bem tranquilo e o hostel é bem estruturado, com cozinha compartilhada, piscina, aluguel de prancha de surfe e rampa de skate. No meu tempo livre, consegui curtir muito o local.

Inicialmente, o plano era ficar 15 dias, mas curti tanto que esses 15 dias viraram 3 meses. O Bonete é um desses lugares difíceis de ir deixar para trás

As ruas de areia, a exuberância da natureza e as casas simples transmitem uma paz difícil de descrever. À noite tudo fica ainda mais especial: não há nenhuma iluminação artificial nas ruas, apenas a lua, os vagalumes e um show de céu estrelado como nunca vi antes. 

A vida na comunidade caiçara é simples, o tempo passa diferente e te obrigar a viver apenas o momento presente, sem pressa. A experiência de viver em um local isolado e desconectado das tecnologias modernas me ensinou muito. O principal aprendizado foi de aceitar as coisas como elas são e sempre estar aberta para alternativas.

Um exemplo é a questão da alimentação. Por ter apenas uma mercearia no local, que não tinha produtos frescos como legumes e frutas, eu tinha que me locomover de barco até São Sebastião para fazer a compra do mês, mas quando meus mantimentos iam acabando, buscava alternativas como colher taioba no mato e procurar por frutas direto do pé. 



Quando o mar está de resseca, as travessias de barco não ocorrem, e o Bonete fica mais isolado ainda. Uma particularidade de lá: os moradores sempre acompanham a previsão do vento para saber como vai estar o mar, se vai chegar turista ou não, e até para se preparar, estocando mantimentos, para momentos em que o mar passa dias sem estar bom para velejar.

Meu único problema, no início, foram os mosquitos... Não tem repelente que dê conta, e as picadas dos borrachudos podem ser bem doloridas e inflamar.  Mas com o tempo fui me adaptando, e nos horários em que eles estão em maior quantidade, pela manhã e no fim da tarde, estava sempre de calça e meia para me proteger.

Chegamos ao fim deste guia sobre o que fazer na Praia do Bonete, Ilhabela. Agora você tem o conhecimento necessário para se aventurar por esse paraíso. Lembre-se de ir com a mente aberta e desapegado das facilidades e tecnologias da vida na cidade, e a recompensa virá. 



E se quiser aproveitar para conhecer outros destinos incríveis em São Paulo, não deixe de conferir também estes artigos:

Ficou com alguma dúvida sobre o que fazer no Bonete? Fala aí nos comentários!



Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor


Mais sobre esse tema