Want a ticket worth up to $500 for free?
Submit your answer by July 31th for a chance to win.

Benefícios de viajar: o que uma viagem pode mudar em sua vida

Que os benefícios de viajar são muitos provavelmente ninguém duvida. Mas quais são os impactos positivos que as viagens podem ter em nossas vidas? Confira alguns exemplos.

8min

benefícios de viajar

Sem dúvida você já ouviu falar de pessoas que amam viajar e se sentiram mudadas quando voltaram, a tal ponto que partiram como uma pessoa completamente diferente daquela que voltou. Mas quais são, de fato, os benefícios de viajar?

É claro que os impactos de cada viagem são diferentes, mas algumas vantagens de viajar são bem conhecidas, afetando positivamente nossa saúde física e mental. Viajar pode, inclusive, nos levar a ter uma vida com mais propósito.

Benefícios de viajar: efeitos positivos das viagens

Tenho vivido em primeira pessoa muitos dos benefícios de viajar. E além dessa experiência pessoal, já ouvi relatos de diversos viajantes e li notícias e estudos científicos que comprovam: viagens podem nos fazer muito bem, em vários sentidos. Vamos ver alguns exemplos desses efeitos positivos?

Benefícios das viagens para a saúde física

As viagens contribuem para nosso bem-estar físico de diversas formas. Muitas pessoas saem de suas zonas de conforto quando viajam, e isso pode trazer mudanças muito positivas no estilo de vida. 

  • Adotar um estilo de vida menos sedentário

Se você estava acostumado a passar boa parte do seu tempo livre em frente à televisão, como boa parte dos moradores de centros urbanos, ao viajar talvez precise mudar esse hábito. 

Certamente você vai caminhar muitas horas por dia, por exemplo. E, a depender do destino, a viagem pode fazer com que você pratique esportes, faça trilhas, entre outras atividades físicas.

Essa mudança pode trazer muitos impactos positivos para sua saúde física e também mental, já que você passa a se desafiar mais fisicamente e mentalmente e se vê capaz de realizar coisas que antes nem imaginava que podia.

  • Expandir seus hábitos alimentares

Outro possível benefício das viagens é consequência do contato com hábitos alimentares de diferentes culturas. Conhecer novos alimentos e expandir seu paladar pode lhe ajudar a ter uma dieta mais variada, além de poder provocar reflexões sobre a forma em que você se alimenta e sua relação com a comida.

  • Reduzir o estresse

Outro benefício de viajar é a redução do estresse que muita gente sente no dia a dia, já que nos grandes centros boa parte das pessoas tem vidas corridas e baseadas em produtividade. 

Uma viagem, seja de férias ou por um período mais longo, pode ser uma excelente oportunidade para sair da rotina, relaxar e se divertir, e isso tem impactos positivos na nossa saúde.

Não por acaso, um estudo do National Institutes of Health’s Heart, Lung, and Blood apontou que pessoas que tiram férias com frequência têm menos chance de morrer de doenças cardíacas.

Leia também:



Benefícios das viagens para a saúde mental

Além das vantagens para a saúde física, viagens podem ter um impacto positivo muito grande na sua saúde mental. O ato de viajar é capaz, por exemplo, de:

  • Aumentar a felicidade e satisfação

Uma boa viagem ajuda nosso corpo a produzir hormônios ligados à felicidade, como endorfina, serotonina e dopamina, o que pode até mesmo reduzir índices de depressão

Além disso, realizar um sonho de viagem tende a provocar um estado de felicidade mais duradouro do que a satisfação provocada pela compra de um objeto, por exemplo. Tanto porque a experiência se prolonga por vários dias, semanas ou mesmo meses, quanto pelas lembranças e aprendizados que permanecem mesmo quando voltamos para casa.

  • Praticar a criatividade e a resiliência

Entrar em contato com outras culturas e visões de mundo tende a abrir nossa mente, facilitando o surgimento de novas ideias. Além disso, o contato com novas referências e a prática de resolução de problemas durante a viagem pode nos ajudar a lidar de forma mais positiva e resiliente com as questões do dia a dia na volta para casa.

Leia também: O que é viver em comunidade e como experimentar isso voluntariando

  • Exercitar a espiritualidade e hábitos positivos

Durante viagens, muitas pessoas entram em contato com a espiritualidade e práticas como a meditação. A meditação é uma ótima maneira de voltarmos ao nosso eixo, e pode ser praticada de diferentes formas. Eu descobri a minha forma de meditar através de longas caminhadas e vejo os benefícios dessa prática na minha vida. 

Leia também: 

Benefícios de viajar sozinho

Até agora estou falando de viagens em geral, mas também existem vários benefícios de viajar sozinho ou sozinha, como venho vivenciando em primeira mão. 

  • Exercitar o autoconhecimento

Numa viagem solo você se provavelmente vai se conhecer melhor. Afinal, durante a experiência você será totalmente responsável pelas suas decisões, além de ter tempo para refletir sobre sua vida sem interferências externas. 

Assim, você ganha mais noção do que é importante para você e pode se libertar de crenças limitantes que absorveu durante a vida.

  • Desenvolver a autoestima

Também é possível que a viagem melhore sua autoestima, já que você sentirá a satisfação de resolver problemas e superar desafios de forma independente. Você pode se surpreender com o que é capaz! 

Especialmente se não tem o costume de fazer muita coisa por conta própria no dia a dia, a experiência de viajar sozinho ou sozinha provavelmente será transformadora.

  • Aprender a gostar da própria companhia

Várias vezes me vi diante da solidão desde que comecei a viajar sozinha, estando com pessoas ou não. A solidão se sente de dentro, independentemente do número e de quem está por perto. Mas o segredo é simples: transforme a sua solidão em solitude.

Sentir solitude é algo totalmente mágico, pois não importa se estiver sozinho ou acompanhado por uma, duas ou cem pessoas, você sempre estará bem, carregando dentro de si a sua própria companhia. Me vi várias vezes pensando o quanto era bom estar comigo mesma. Apreciar a própria companhia com certeza é um dos melhores benefícios de viajar sozinha.

Quando passamos a pensar dessa forma e a realmente nos sentirmos bem com nós mesmos, isso se reflete para o mundo, e as pessoas ao seu redor também te sentem assim. É simples, mas um exercício diário para se fazer, tornando a prática sua própria responsável pela conquista.

  • Entender-se como uma mulher livre

Para mulheres, o desafio de viajar sem companhia costuma ser maior, já que existem alguns cuidados extra e mais pessoas nos desencorajando. Mas enfrentar esses obstáculos e medos, exercitar a liberdade e conquistar a coragem e autoconfiança é maravilhoso: você sentirá que o mundo é todo seu.

Seja você. Faça bem para você e para a sua saúde. Conquiste a si mesma e se mostre ao mundo da maneira mais autêntica e você verá o impacto que isso causará. 

Confira relatos de pessoas que viveram viagens transformadoras:

Benefícios de viajar pelo mundo voluntariando

Para contar sobre os benefícios de viajar que já senti na minha vida, não tenho como não falar do voluntariado. Até agora já vivi três diferentes experiências de voluntariado em viagens, todas elas com muito significado. 

Viajar voluntariando através da troca de trabalho por hospedagem em diferentes partes do mundo não apenas é muito econômico, como também proporciona uma imersão profunda no lugar visitado. 

Para encontrar uma vaga, é só conferir o site da Worldpackers e ajustar os filtros de busca de acordo com os seus objetivos naquela viagem.

Alguns dos benefícios do voluntariado em viagens

  • Não pagar por hospedagem 
  • Receber outras vantagens, como refeições e passeios, a depender do anfitrião
  • Sair da zona de conforto em um ambiente seguro
  • Praticar habilidades e desenvolver novos talentos
  • Experimentar um estilo de vida baseado em relações colaborativas
  • Viver o dia a dia em outra cultura, como se morasse no lugar
  • Criar laços com pessoas locais e outros viajantes
  • Adotar hábitos diferentes de alimentação, sono, trabalho etc.
  • Praticar idiomas estrangeiros, até mesmo sem sair do Brasil

Minha experiência voluntariando na Itália

Para exemplificar essas vantagens, gostaria de contar sobre o voluntariado que mais inspirou o meu bem-estar. Foi em meio à natureza, numa casa de agriturismo no norte da Itália, com uma família que me acolheu de forma imediata como alguém que faz parte dela.

Cheguei em junho de 2021 e por lá permaneci durante três semanas. No início estava sozinha como voluntária, mas já me senti tão em casa que até o Rolo, cachorrinho da casa, já vinha dormir em minha cama. Havia duas camas no meu quarto, sendo que a segunda seria ocupada por um voluntário argentino que chegou depois.

Já cheguei e me deliciei com a comida local, vinhos e uma ótima conversa com Grazia, uma mulher simples que me ensinou muito sobre o tempo. Ela trabalhava durante a semana em Torino, numa biblioteca.

Em casa, Grazia assumia o papel de mãe e esposa e ainda encontrava tempo para me levar para conhecer a região, para curtas caminhadas e para me explicar o tanto que sabia sobre sua cultura, além de me ouvir e me contar de si. A relação que construí com ela preenche o meu coração de cuidado e carinho.

Na primeira semana já comecei a trabalhar com Cecilia, filha de Grazia, e Mauro, o cozinheiro que me preparou deliciosas refeições e era o responsável pelo restaurante de agriturismo que funcionava lá aos sábados e domingos. 



Trabalhávamos ao ar livre, e durante nossas primeiras conversas já podíamos ver que dali surgiria uma amizade sincera. Logo planejamos viagens ao mar, para aproveitar o calor e a companhia umas das outras.

Meu trabalho era colher frutas e transformá-las na cozinha, tarefa que Ceci se encarregou de me ensinar. O fato de colher a fruta que iria depois nos alimentar me fez enxergar a alimentação de uma forma bem diferente daquela que estava acostumada. 

Essa experiência me fez enxergar uma qualidade de vida que eu nunca havia tido. Passei a sentir um bem-estar enorme devido a essa alimentação depois de um dia de trabalho no campo, depois de uma noite bem dormida com zunidos de grilos. O cri cri deles passou a ser o som natural que eu ouvia, e a luz da lua que iluminava o lado de fora passou a ser a minha luz favorita.

Quando o Ramiro, o novo voluntário argentino, chegou por lá, compartilhamos muitos momentos bons em meio a essa natureza. Refletimos sobre como estarmos ali nos fazia sentir vivos.

Essa experiência me trouxe tantos ganhos que acredito que dinheiro nenhum os compraria. Ganhei uma nova família e novos amigos e um novo lugar para ir e vir. Continuei indo, mas sabendo que vindo, encontraria ali todo o carinho.

Os levo comigo para onde for dentro de meu coração, assim como os aprendizados que tive ali. Eles foram responsáveis por uma mudança em minha vida que considero muito positiva. Aprendi sobre mim, sobre eles, sobre o lugar e o que dele podemos aproveitar. Dependemos da natureza assim como ela depende de nós.

Espero que você aí, viajante, também consiga obter vários dos benefícios de viajar, através de experiências que o façam sentir vivo. E se quiser fazer isso vivenciando também um voluntariado em viagens, confira os artigos sobre como funciona a Worldpackers. Você não vai se arrepender!



Leave your comment here

Write here your questions and greetings to the author





More about this topic