Sala de TV do Beats Hostel

As tarefas diárias são simples e bem definidas em uma "bíblia", por onde o voluntário pode tirar as dúvidas com relação às tarefas.

As oito horas diárias e três dias livres são cumpridos à risca e o gerente respeitava a escala. Caso os voluntários tivessem compromissos/passeios, dava para trocar os dias e horários na escala. É tudo muito bem organizado.

Minha vaga era na recepção e, além de atender os hóspedes, dava uma limpada nas áreas da recepção e recolhia o lixo no final da tarde.

Apesar de ter aplicado para o turno da noite, pude trocar por turnos da tarde e manhã, tudo foi escolha minha.

O Hostel é aconchegante e a estrutura foi pensada nos estabelecimentos europeus, já que o dono é de lá.

É um ambiente bonito, como visto nas fotos. A convivência é agradável e harmoniosa, o fluxo de hóspedes proporciona contato com pessoas de diversas partes do Brasil e do mundo. Se está procurando lugar para praticar inglês e espanhol encontrou o lugar certo.

No hostel pude conhecer pessoas de diversas nacionalidades, apesar de não falar inglês, entendo poucas palavras e embolo com o portunhol e a coisa ficava linda por de mais.

No local, há uma pessoa responsável por festas e possuem parceria com algumas baladas legais nas proximidades. 

hóspedes do Beats Hostel

O contato com os hóspede é inevitável, pois a recepção e o bar fazem parte do mesmo ambiente. Uma salinha com mesas no cômodo do bar e outro ambiente com mesa e poltrona que lembra lanchonete de filme americano com três mesas e uma televisão na parede.

Por conta dessa estrutura , nas horas vagas todos se reúnem nos dois ambientes para prosear e beber.

Você só não se dará bem com os outros staffs caso seja muito retraído ou encrenqueiro. Seja comunicativo, pois o ambiente transmite boas ondas e as vibrações de lá são para que todos se dêem bem, só depende de você não derrubar essa energia.

Além da hospedagem, o benefício que tinha como staff era o direito a tomar duas caipirinhas por turno escalado, além das parcerias que o hostel possui com algumas baladas sem pagar a entrada.

Nas proximidades há comércio, posto de gasolina com loja de conveniência na mesma rua e um supermercado pouco mais de 400 metros do hostel.

A localização é muito boa: próximo da Av. Paulista, onde há várias lojas, restaurantes e outras atratividades , como museus.

Em meu tempo livre, não costumava sair. Sou mais reservado e apenas algumas vezes fui para a balada com o pessoal do hostel. Preferia o contato com os hóspedes, que foi maravilhoso para mim e pude conhecer pessoas que mantenho contato até o momento e pretendo continuar, conquistei boas amizades. 



B5d4f50093d6b3fbfcf3633da36b3d7c

José

Sou nômade digital, estou na estrada há 9 meses. Descobri uma nova vocação e pretendo continuar p...

+ Ver mais

Out 07, 2018


Gostou? Não esqueça de deixar José saber :-)


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor