Guia Worldpackers do que fazer em Arraial do Cabo

Se você gosta de mergulho, ecoturismo e paisagens paradisíacas, esse é o seu destino. Confira neste texto o que você precisa saber para programar a viagem para Arraial.


0abc9e942e7f514952c38fa1bda6888d

Rosana Romão

Out 11, 2019

Jornalista, corredora e mochileira. Amo meu Ceará, mas sou curiosa e quero conhecer o mundo. Bora?

O que fazer em Arraial do Cabo

Uma famosa frase diz “Não me leve a mal, me leve para Arraial”. Ela faz todo sentido porque esse destino reúne diversos atrativos capazes de conquistar até os visitantes mais exigentes.

Suas águas límpidas semelhantes às do Caribe, o clima agradável do Rio de Janeiro e a vegetação típica da Região dos Lagos são um verdadeiro convite para o paraíso.

Neste texto, você vai descobrir todos os encantos de Arraial do Cabo: localização, como chegar, o que fazer, qual a melhor época para visitar, dicas de hospedagem, transporte, passeios e alimentação. Tudo isso com economia garantida para aproveitar o destino da melhor forma.

Confira o que fazer e como economizar em Arraial do Cabo:

1. Localização

Arraial do Cabo fica na Região dos Lagos, litoral central do Rio de Janeiro, cerca de 164 km de distância da capital carioca. Essa proximidade atrai muitos turistas independentemente da época do ano, sejam eles de outras regiões do país ou do próprio estado. Os municípios limítrofes são Araruama, Iguaba Grande, Cabo Frio e São Pedro da Aldeia.

2. Como chegar

A forma mais comum de chegar na cidade é pelo meio terrestre, de ônibus ou de carro, mas também é possível ir de avião. O aeroporto mais próximo fica em Cabo Frio, cerca de 10 km de distância de Arraial do Cabo, aproximadamente 40 minutos de carro.

Saindo da capital carioca, é preciso percorrer 162 km, cerca de 2h de carro ou 3h de ônibus. A viagem começa após a travessia da Ponte Rio Niterói. Em seguida, a BR-101 e a Via Lagos (RJ-124). A partir da Rodoviária Novo Rio, basta comprar um bilhete para Arraial com a empresa Auto Viação 1001. As passagens custam entre R$ 58 a R$ 77.

No Rio de Janeiro também há vans, transfers e barcos que levam até Arraial em passeios de um único dia. Para quem tem pouco tempo na cidade, vale a pena experimentar. Para isso é necessário informar-se sobre os valores e horários das excursões.

3. Melhor época para ir

Esse é um destino para o ano inteiro, pois tem clima agradável e sem grandes variações de temperatura. Mesmo durante o período de chuva a paisagem surpreende: mar transparente, montanhas cobertas de vegetação e areia branquinha. No entanto, existem alguns períodos mais recomendados para determinadas atividades e preferências.

Por exemplo, durante os finais de semanas há um fluxo intenso de visitantes. O mesmo acontece na alta temporada, que vai de dezembro a meados de abril. O inverno (junho a setembro) também requer mais atenção, pois a temperatura da água pode ficar abaixo de 10º C.

Os meses mais secos são julho e agosto e os mais chuvosos são dezembro e janeiro. E não esqueça da programação cultural, ela pode indicar o momento ideal para a sua viagem:

  • Festival da Lula — janeiro;
  • Carnaval — fevereiro ou março;
  • Semana Santa — abril;
  • Aniversário da cidade — maio;
  • Festa de São Pedro — junho;
  • Festival de Jazz e Blues — julho;
  • Festival de frutos do mar — julho;
  • Festa de Nossa Senhora dos Remédios (padroeira da cidade) — outubro;
  • Réveillon — dezembro.

Praia de Arraial do Cabo com poucos turistas

4. Hospedagem

Arraial do Cabo tem 152,3 km² de área, ou seja, tudo fica perto: restaurantes, pousadas, praias, trilhas e área urbana. É possível ir para muitos lugares a pé ou de bicicleta. Como o trânsito é tranquilo e a paisagem encanta os olhos, os deslocamentos são muito agradáveis, são verdadeiros passeios.

Há diversos hotéis, pousadas e hostels espalhados pela cidade. Quem gosta de hospedagem com vista para a praia pode escolher entre a Prainha, a Praia Grande ou a Praia dos Anjos. No entanto, se essa característica não é tão importante, você pode escolher uma estadia no centro da cidade, onde há opções mais econômicas.

Agora uma dica de ouro: é possível hospedar-se de graça! Isso mesmo, a cidade tem vários anfitriões da Worldpackers que recebem viajantes sem cobrar pela estadia. Em troca, o hóspede só precisa dedicar algumas horas do dia em alguma atividade rotineira do local.

Além da hospedagem, o viajante também pode contar com outros serviços, como alimentação, descontos em passeios e até pranchas de surf.

Existem diversas opções de intercâmbio de trabalho em Arraial do Cabo pela Worldpackers. Você pode escolher entre trabalhar em hostels, pousadas e guest house. Que tal ajudar a pintar e decorar um espaço de ecoturismo? Ou trabalhar com produção de vídeos e conteúdo digital? Também há opção para dedicar algumas horas à limpeza, jardinagem, cozinha e recepção de hóspedes.

Ou seja, além de praticar algo que já sabe, você também pode aprender e desenvolver novas habilidades, além de garantir estadia gratuita e aproveitar ao máximo um dos destinos mais desejados do país. O objetivo da plataforma é conectar viajantes e anfitriões que buscam uma experiência turística mais real e marcante.

No caso, o valor que você pagaria pela estadia pode ser investido em outras atividades do seu interesse, como jantares, passeios, baladas e até compras, proporcionando uma experiência de viagem mais interessante e produtiva.

Esse vídeo abaixo também mostra um pouco mais sobre o que é viajar com a Worldpackers:

5. Transporte

Como você viu no tópico anterior, a cidade é pequena e dificilmente você precisará fazer longos deslocamentos. Com apenas 30 mil habitantes e poucos espaços comerciais (restaurantes, agências e mercados), Arraial conta com transporte público, privado (táxi e Uber) e turísticos (transfers para as praias). Em todos eles, os preços são atrativos.

Um táxi com bandeira 2 começa com o valor de R$ 5,50 e o menor trecho do Uber é R$ 6. Os passeios de barcos que passam pelas principais praias da cidade custam, em média R$ 100. Veja alguns exemplos de como chegar e valores para trajetos saindo do centro de Arraial.

  • Praia dos Anjos — a pé;
  • Praia do Forno — a pé, com trilha de 1,5 km ou de barco por R$ 10;
  • Praia Grande — a pé (20 minutos), de Uber R$ 11 e de táxi R$ 13;
  • Praia do Farol — necessário pegar um barco com autorização (a partir de R$ 80);
  • Praias do Pontal do Atalaia — barco ou táxi (ambos por R$ 10); Uber até o pé do morro (R$ 22) e jardineira até a prainha (R$ 10).

Já entre as praias, você pode ir da Praia dos Anjos para as Praias do Pontal do Atalaia em um barco-táxi por R$ 10, da Praia dos Anjos para a Praia do Farol em um passeio de barco autorizado (a partir de R$ 80) e da Praia dos Anjos para a Praia do Forno em um barco-táxi por R$ 10.

6. Alimentação

Como todo destino litorâneo, a gastronomia de Arraial é baseada em frutos do mar. Por estar localizada em uma área oceânica atingida pelo fenômeno da ressurgência, isto é que traz para a região uma rica qualidade e quantidade de vida marinha.

Então, seja em um restaurante ou nos quiosques da praia, aproveite para saborear os melhores pratos do fundo mar.

Não há muitos restaurantes finos e requintados, mas os pratos são bem servidos e com valores justos. É possível, por exemplo, pedir um prato para duas pessoas por R$ 40. Os pratos individuais ou PF’s, como são popularmente conhecidos, são mais raros, mas existem.

Entre os estabelecimentos mais conhecidos estão:

  • Bacalhau do Tuga;
  • Mercado do Peixe;
  • Pimenta Rosa;
  • Saint Tropez;
  • Garrafa de Nansen Pizzaria e Restaurante.

7. O que fazer em Arraial do Cabo

Sem dúvidas, o mar de Arraial do Cabo é o seu principal atrativo. Praticamente todas as atividades turísticas envolvem o oceano. O mar azul e esverdeado é o cartão postal da cidade. A cor é tão vibrante que pode até desconcentrar quem está no volante.

Seja de carro ou de ônibus, fique atento durante a chegada e concentre-se na janela do lado esquerdo do veículo. Seus olhos vão brilhar ao ver tanta beleza! Confira quais são elas e os demais atrativos para montar o seu roteiro.

Prainha

A praia é chamada de Prainha. Tem águas azul turquesa e facilidade de acesso, além de bons restaurantes e opções de hospedagens. A extensão de areia é pequena, mas há espaço para todos. A praia tem vários quiosques com comidas e bebidas para os visitantes.

Praia Grande


Praia Grande

A Praia Grande, que não tem esse nome à toa: são 40 km de extensão. O mar com tons de azul e a areia branquíssima formam um cenário perfeito para curtir o dia e fazer belas fotos. O território faz parte da Restinga de Massambaba, uma Área de Proteção Ambiental (APA).

A orla conta com um calçadão, um mirante, alguns quiosques e uma estátua em homenagem à atriz Flávia Alessandra, que é natural da cidade. É um ótimo lugar para surfar, assistir o pôr do sol, além de ter uma das águas mais geladas do Brasil — a temperatura pode chegar a até 8º C.

Praia do Forno


Praia do Forno

Essa é uma das praias mais bonitas e exóticas da região. Seus únicos acessos são trilha e barcos que saem da Praia dos Anjos. Pela trilha, são 1,5 km com trechos de pedras e areias, que podem ser percorridos em 20 minutos. Há um mirante no meio do caminho com uma vista espetacular: a praia de água verde esmeralda envolvida pela vegetação abundante.

O mar é calmo, sem ondas, ótimos para fazer mergulho com snorkel e relaxar. É possível observar tartarugas e cardumes, principalmente no lado direito, próximo às rochas. A extensão de areia é pequena, mas conta com boa estrutura para atender os turistas.

Prainhas do Pontal do Atalaia


Pontal do Atalaia

Essa praia é muito famosa devido à sua escadaria. Isso mesmo, é lá que as pessoas tiram aquelas fotos convidativas do alto de uma escada com um mar super azul embaixo. O lugar recebe esse nome porque as duas praias se unem durante a maré baixa.

Além da praia e das trilhas próximas, vale a pena conhecer a Gruta do Amor, que fica no canto esquerdo. O mar tem poucas ondas, então é tranquilo para nadar, mergulhar com snorkel e fazer fotos.

Praia do Farol


Praia do Farol

Essa praia recebeu o título de “mais bonita do Brasil”, portanto deve estar na sua lista. Ela fica dentro de uma reserva ambiental controlada pela Marinha do Brasil e apenas embarcações autorizadas têm acesso. A sua beleza devido à preservação local é o que mais chama a atenção dos visitantes.

Além da localização privilegiada, o ambiente conta com formações rochosas, recifes de corais, árvore centenária, centenas de cardumes, areia branca e fininha e um mar muito transparente. Com tantos atrativos, é normal que a praia tenha algumas restrições.

Como se trata de uma ilha, só é acessível de barco e necessita ter autorização da Marinha. O tempo de permanência é limitado: apenas 30 minutos por embarcação. É proibido desembarcar com qualquer tipo de alimento ou embalagem plástica.

Não deixe de caminhar pela orla, mergulhar com snorkel ou conhecer seus atrativos durante o passeio de barco: a Fenda de Nossa Senhora da Conceição e a Gruta Azul.

Pôr do sol e Mirantes


Pôr do sol visto de mirante em Arraial do Cabo

Devido à sua localização geográfica, Arraial do Cabo oferece um pôr do sol inesquecível. Seja na Praia Grande ou no Pontal do Atalaia, inclua essa programação no seu roteiro.

Passeio de barco


Diversos barcos em Arraial do Cabo

Os passeios de barco partem do Porto, que fica na Praia dos Anjos. Há opções para todos os gostos e bolsos, mas um dos mais requisitados é o passeio que tem 4h de duração e passa por todas as praias citadas anteriormente. De preferência, escolha um que parte no início da manhã para aproveitar mais.

Trilhas

Que tal conhecer o lado verde da cidade e ter a oportunidade de ver Arraial de um ângulo privilegiado? Então confira as trilhas ao redor das praias, como as que levam à Praia do Forno e ao Lago do Amor.

Viu como há muito o que fazer em Arraial do Cabo? Aproveitar praias desertas e mirantes, praticar esportes como surf e mergulho, snorkel, trilhas, passeios de barco e muito mais. O combo natureza, boa gastronomia e receptividade carioca complementam o pacote.

Já se imaginou em meio a esse mar azul e esverdeado? Que tal usar esse cenário na sua próxima viagem? Aposto que será uma trip inesquecível!

Esse texto foi útil? Então deixe o seu “obrigado” e compartilhe com os seus amigos. Boa viagem!


0abc9e942e7f514952c38fa1bda6888d

Rosana Romão

Out 11, 2019

Jornalista, corredora e mochileira. Amo meu Ceará, mas sou curiosa e quero conhecer o mundo. Bora?


Deixe seu comentário aqui

Escreva aqui suas dúvidas e agradecimentos ao autor